segunda-feira, 22 de março de 2010

A vida te pede mas a vida não te dá.

Fingir que é cego, ou ser sublime
Quem é o oprimido?
Quem é que te oprime?

O coração diante do sinismo
Coragem e sapiência pra lidar com realismo
Sistema medíocre, governo porno-político
Me leva a triste conclusão que este país é um
precipício...
Minha fé é meu escudo pra tudo,leva e traz
Conceitos se dissolvem num mundo globalizado...
Alguns vivem como se nunca fossem morrer
Muitos morrem como se nunca tivessem vivido
Eu não vivo em vão
Eu tenho coragem, eu vivo
Não me intimido, eu vivo...
Cuspindo regras na minha cara eu vomitei etiqueta
Sociedade de consumo e desigualdade social
Chega de fingir sem saber pra onde ir
Tentei acordar desse sonho.


Direito autoral: Thalles Diego

5 comentários:

  1. sim, ele era muito, muito sábio.

    ahh esse primo de virna faz ótimos poemas. uhsadhuahd
    eu gostei. :D

    ResponderExcluir
  2. O seu blog está lindo ! PARABÉNS Õ/

    Seguindo o seu blog, segue o meu? :) *-------*

    DE INVERNO A VERÃO: http://www.deinvernoaverao.blogspot.com/

    Bjz, agradeço desde já a colaboração.

    ResponderExcluir
  3. que maaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaassa <3
    adorei hihi

    *-*

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. de boa guria ..
    Esses versos são uma mistura de umas 4 músicas do CBJr..
    E até aonde eu sei, o Chorão as escreveu.
    Não to dando pedrada .
    É só um toque..

    No mais.
    gradei do blogue pacas !
    ^^

    ResponderExcluir

Obrigada por dar a sua opinião :)